1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Ciência no Mercado – “Os Micróbios e a Segurança dos Alimentos”

lrvsa ciencia no mercado1 No passado dia 22 de novembro, o Laboratório Regional de Veterinária e Segurança Alimentar, da Direção de Serviços dos Laboratórios e Investigação Agroalimentar, da Direção Regional de Agricultura, participou no evento “Ciência no Mercado”, organizado pela ARDITI (Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação), com o tema “ Os Micróbios e a Segurança dos Alimentos”.

Os Micróbios, esses seres unicelulares, não visíveis a olho nu, mas omnipresentes, podem ser úteis ao Homem, contribuindo na produção de géneros alimentícios, nomeadamente na produção de iogurte (Lactobacillus bulgaricus e Streptococcus thermophilus), queijo (Penicillium roqueforti), cerveja (Saccharomyces cerevisiae), etc., mas, em contrapartida, outros podem ser perigosos, provocando doenças quando presentes nos alimentos ingeridos, as denominadas toxinfeções alimentares ou doenças de origem alimentar.

Todos os anos, muitas pessoas são atingidas por doenças de origem alimentar. Os sintomas mais frequentes são dores abdominais, vómitos e diarreia, dores de cabeça, febre, fadiga ou mesmo perturbação do sistema nervoso, dificuldade respiratória, septicémia, meningite, aborto, parto prematuro e em situações extremas, morte. Os sintomas aparecem entre as primeiras horas a alguns dias após a ingestão do alimento contaminado, dependendo do agente contaminante em causa.

fig1 colonias de estafilococos coagulase positiva
 Figura 1 - Colónias de Estafilococos coagulase positiva
em meio de Baird-Parker com RPF

Na banca do Mercado estiveram presentes o Campylobacter, agente patogénico que segundo a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA), mais frequentemente causa toxinfeções alimentares; a conhecida Salmonella, o Estafilococos coagulase positiva, a Listeria monocytogenes, o Bacillus cereus, o Clostridium perfringens, a Escherichia coli O157, o Vibrio parahaemolyticus e Vibrio cholerae, etc.

Os alimentos contaminam-se em diferentes pontos da cadeia alimentar, que vai desde a produção primária até ao momento do consumo, ou seja, “ do Prado ao Prato”.

 
fig2 cultura de salmonella
 Figura 2 - Cultura de Salmonella em meio de
SESAME Salmonella Detection

As boas práticas de higiene dos manipuladores, equipamentos e utensílios, as boas práticas de produção, armazenamento, transporte e dos processos de fabrico em geral, a qualidade das matérias-primas, as temperaturas e técnicas de conservação, em suma, um sistema de autocontrolo eficaz, permitem ao homem e aos operadores do setor alimentar prepararem/produzirem alimentos seguros.

O laboratório de microbiologia alimentar procurou demonstrar e dar a conhecer ao público, de uma forma simples e prática, numa banca da praça do peixe, a importância da intervenção deste laboratório na produção de alimentos seguros, por um lado, analisando, de forma preventiva, amostras (alimentos/ingredientes/matérias-primas alimentares, esfregaços das superfícies, utensílios e manipuladores) colhidas no decorrer dos processos de produção (verificação dos pontos críticos do sistema de autocontrolo dos operadores) e, por outro lado, colaborando com as entidades oficiais na verificação do cumprimento dos critérios regulamentares por parte dos operadores do sector alimentar e na pesquisa e identificação de agentes causais em surtos de toxinfeções alimentares.

fig3 colonias de v.parahaemolyticus e v.cholerae
 Figura 3 - Colónias de V.parahaemolyticus e V.cholerae
em meio TCBS

Este é um laboratório com ensaios acreditados, de acordo com a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005 - Requisitos Gerais para Competência de Laboratórios de Ensaio e Calibração, desde 08-07-2011 e que procura, através da qualidade reconhecida do seu desempenho e do aumento gradual da sua oferta analítica, contribuir para que a Região Autónoma da Madeira proporcione à sua população residente e flutuante, padrões de segurança alimentar do séc. XXI e que se exigem a uma Região que pretende continuar a ser uma referência enquanto destino.

 

Laboratório de Microbiologia Alimentar
Divisão de Análises Veterinárias e Agroalimentares
Direção de Serviços dos Laboratórios e Investigação Agroalimentar
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar