1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Protocolo de Cooperação entre a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas e a MTA, Transportes Alternativos da Madeira, SA

protocolo srap teleférico jb 1 A Secretaria Regional de Agricultura e Pescas (SRAP) através da Direção Regional de Agricultura (DRA) vem desenvolvendo de há alguns anos a esta parte, estudos e trabalhos experimentais de cultivo de várias espécies de plantas endémicas da Macaronésia, com o objetivo de avaliar a sua aptidão ornamental para espaços ajardinados.

Entretanto, os trabalhos já realizados permitem inferir que várias daquelas espécies revelam ótimas características para cultivo, como por exemplo: Helichrysum obconicum, Helichrysum devium, Autonoe madeirensis, Lavandula pinnata, Musschia aurea, Matthiola maderensis, Calendula maderensis, Artemisia argentea, Cheirolophus massonianus, Aeonium glutinosum, Argyranthemum dissectum, Argyranthemum pinnatifidum, Sedum nudum, e Sedum fusiforme.

A utilização de plantas endémicas num espaço ajardinado poderá proporcionar várias vantagens, entre outras, designadamente, na ótica de quem o disfrute, a possibilidade da observação de exemplares florísticos característicos e únicos da ilha da Madeira, uma certa mais-valia para o turismo, e na ótica de quem o conceba e ou cuide, o recurso a um manancial de embelezamento genuíno, como uma redução de custos de manutenção.

Por outro lado, esta nova utilidade pretendida para as espécies de plantas endémicas, possibilitará o acesso a um maior conhecimento sobre as mesmas na perspetiva das instituições ligadas à divulgação e conservação destes recursos genéticos.

 

protocolo srap teleférico jb Assim, foi assinado hoje (15 de novembro) um protocolo entre a SRAP e a MTA - Transportes Alternativos da Madeira, SA, concessionária da exploração do Teleférico do Jardim Botânico, representados respetivamente pelo Secretário Regional de Agricultura e Pescas, Dr. Humberto Vasconcelos e pelo Administrador Dr. Rui Nuno Barros Cortez.

Nos termos do protocolo, a SRAP através da DRA fornecerá a título gratuito, as plantas endémicas selecionadas para os locais acordados entre ambas as partes, monitorizará e estudará a evolução das plantas endémicas cultivadas e prestará aconselhamento técnico na condução das plantas endémicas cultivadas, designadamente quanto a regas, podas, mondas e ao controlo de eventuais problemas fitossanitários e irá designar um Técnico Superior para coordenar as ações anteriormente referidas. A MTA - Transportes Alternativos da Madeira, SA terá à sua responsabilidade a plantação das plantas endémicas disponibilizadas pela DRA, a manutenção de espaços ajardinados nas suas gares de partida e chegada (os quais foram parcialmente danificados em consequência dos incêndios de agosto de 2016), onde serão instaladas as referidas plantas endémicas e registar as operações culturais (regas, podas, mondas, entre outras), disponibilizando-os ao Técnico Superior da DRA.

O referido protocolo que produz efeitos a partir de hoje (15 de novembro) tem a vigência de dois anos, renovando-se automaticamente por igual período, se não houver intenção de uma das partes querer por termo ao mesmo.

Joaquim Leça
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar