1 1 1 1 1

Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, celebra contrato-programa com a Associação de Agricultores da Madeira

É sabido que o associativismo, entre muitas outras vantagens, permite reforçar a capacidade competitiva das empresas agrícolas e agroalimentares, através da partilha dos recursos, dos riscos e das oportunidades ou da capacidade de intervenção dos profissionais destes setores na sociedade. A Associação de Agricultores da Madeira (AAM), que existe desde 1976 e que em 2000 foi-lhe reconhecida como entidade de utilidade pública, é disso um bom exemplo.

Por outro lado, é um compromisso assumido no Programa do XII Governo Regional da Madeira, no que o mesmo estabelece quanto à área da agricultura, estimular junto dos agricultores o surgimento de soluções organizadas de produção e de acesso aos mercados, conferindo uma maior integração vertical nas respetivas cadeias de valor, e a obtenção de poder negocial superior, como facultar condições para que as estruturas associativas existentes do setor agrícola obtenham a melhor sustentabilidade às suas atividades.

 

Dado que a AAM, se depender exclusivamente das quotizações dos seus associados, debater-se-ia com assinaláveis carências financeiras o desempenho cabal sa sua missão e tendo em conta a importância desta Associação para o desenvolvimento da agricultura regional é do interesse público apoiar o seu normal funcionamento, pelo que foi decidido em Conselho de Governo atribuir uma comparticipação financeira até ao montante máximo de 45.000 euros e que produz efeitos após a assinatura do contrato-programa entre o representante do Governo Regional da Madeira, o Secretário Regional de Agricultura e Pescas, Dr. Humberto Vasconcelos e a AAM, representada pelo Presidente da Direção, Eng. Técnico Agrário João Nunes Ferreira, que ocorrerá na sexta-feira, 7 de abril, pelas 12h00, no auditório da SRA, e que vigorará até 31 de dezembro de 2017.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar