1 1 1 1 1

tccartazComo forma de descentralização dos serviços da Secretaria Regional de Ambiente e Recursos Naturais e aproximação das populações rurais aos serviços e vice-versa, a Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento criou em finais de 2006 a Divisão de Apoio ao Agricultor, mais conhecida pelos Técnicos Concelhios, da Direcção de Serviços de Desenvolvimento Rural.

Estes técnicos têm um papel importantíssimo no setor primário da RAM, pois têm uma atuação multifacetada, que vai para além do apoio técnico aos agricultores (são os seus "técnicos de família") e população em geral. Na sua atuação, procuram sempre resolver de imediato os problemas com que se deparam os agricultores, como sejam a identificação de pragas e doenças nas culturas, recomendações de tratamentos fitossanitários, de fertilizações e corretivos de solos, recolha e análise de solos, entre outros. Também dão pareceres técnicos sobre a aptidão dos terrenos agrícolas, de acordo com as necessidades de mercado e potencialidades edafoclimáticas dos locais, aconselhando as espécies e variedades mais adequadas. Fazem também a ponte com as diversas instituições, nas mais diversas áreas, como sejam os problemas de falta de água de rega, ataques de pombos, roedores e falta de pagamento nas ajudas, entre outros, fazendo mesmo encaminhamento de assuntos a nível social. Os projetos de investimentos de pequena dimensão (até € 5.000,00) para novas plantações, aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas, tanques e sistemas de rega, entre outros, cujo financiamento é de 65% e são elaborados gratuitamente por esses técnicos.

Apesar das dificuldades dos últimos tempos e dos poucos recursos disponíveis, nomeadamente de transporte, tem sido efectuado o atendimento às populações utilizando outros meios, a exemplo do fax, correio electrónico e telefone, entre outros), em parceria com as Casas do Povo da RAM, Centros de Desenvolvimento Agrário e Juntas de Freguesia.tc

Os Técnicos Concelhios estiveram nestes últimos anos, desde a primeira hora, no levantamento dos prejuízos causados pelos temporais de 2009 e 2010, pelos incêndios de Agosto de 2010, pelos incêndios de Julho de 2012 e ainda pelo temporal de 05 Novembro de 2012, sendo responsáveis pela elaboração dos respectivos projetos de reposição do potencial produtivo e ainda por projetos de pequena dimensão, ajudas que vêm facilitar a atividade do agricultor, aumentar a rentabilidade agrícola e melhorar as condições de vida dos mesmos.

Todos os anos têm realizado diversas ações em toda a região, sobre os mais variados assuntos, desde temas específicos a temas gerais, registando bastante adesão e participação.

Durante estes 5 anos de atividade (2007 a 2012), com 5 técnicos envolvidos durante os primeiros dois anos e 7 técnicos nos restantes, foram efetuados 5.623 atendimentos presenciais aos agricultores, 268 ações de esclarecimento abrangendo 10.035 participantes e foram elaborados gratuitamente 866 projetos de reposição e de investimento agrícola.

Neste momento, está a decorrer a divulgação do Novo Regime Fiscal na Agricultura, onde já foram dinamizadas pelos técnicos concelhios 13 ações, participando 526 agricultores.

Podem sempre contar com os técnicos concelhios, para prestar qualquer tipo de apoio ou informação, ou seja, para qualquer problema relacionada com o meio rural, e não só.
Para tal, basta deslocar-se aos locais habituais de atendimento e expor a sua situação ou contactar através do telefone 291 214 310 ou do correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..


Adriano Maia

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar