1 1 1 1 1 Pontuação 4.52 (23 Votos)

O Laboratório Regional de Veterinária e Segurança Alimentar (LRVSA) continua acreditado no âmbito flexível

LRVSA1 O Laboratório Regional de Veterinária e Segurança Alimentar (LRVSA), estrutura gerida pela Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, obteve a sua acreditação, segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005, em julho de 2011, para ensaios nas áreas das análises veterinárias, microbiologia alimentar e resíduos de pesticidas.

Findo o primeiro ciclo, em 2013, surgiu a necessidade de concorrer a uma renovação da acreditação, para um ciclo de 4 anos. Aproveitando a experiência adquirida ao longo dos anos, tentou-se ir mais além, por forma a renovar a acreditação, agora com um sistema inovador, a Acreditação Flexível.

Esta decisão foi fundamentada sobretudo pelo facto deste sistema trazer grandes mais-valias ao laboratório, nomeadamente uma maior rentabilização dos recursos existentes, a conquista de novos mercados e novos clientes, disponibilizando, em tempo útil, ensaios acreditados que possam ser solicitados pelos clientes e, sobretudo, pela diminuição de custos para acreditar novos ensaios, sempre que necessário.

A Acreditação Flexível destina-se a proporcionar aos laboratórios acreditados a oportunidade de exercer a competência técnica, já comprovada, de um modo mais eficiente e autónomo, sem estarem restritos a um conjunto fixo de ensaios. 

 

Neste caso, o IPAC delega ao laboratório, dentro das fronteiras das competências estabelecidas, a gestão do anexo ao seu certificado de acreditação, denominado "Lista de Ensaios de Acreditação Flexível (LEAF)", onde estão discriminados os ensaios dentro do âmbito da acreditação.

Após a instrução do processo junto do IPAC, o LRVSA foi avaliado em 21 e 22 de outubro de 2013, tendo recebido o parecer positivo da renovação e extensão para o âmbito flexível em 14 de março de 2014, com a emissão do anexo técnico n.º L0509-1.

Por esta data, o LRVSA está acreditado para 184 ensaios nas áreas das análises veterinárias (4 ensaios), microbiologia alimentar (30 ensaios) e resíduos de pesticidas (150 ensaios), que podem vir a aumentar, sempre que seja pertinente e sem custo adicional, graças à Acreditação de âmbito flexível.

No final de 2014 (23 e 24 de outubro), decorreu a avaliação anual do IPAC para analisar o grau de implementação da norma NP EN ISO/IEC 17025:2005, com a entrega do relatório regulamentar por parte da equipa auditora, onde foi referido, entre outros assuntos, o seguinte: "Após a observação das atividades, documentos e registos a EA, conclui que o Laboratório continuava a apresentar um Sistema de Gestão adequadamente documentado e implementado, o qual na generalidade cumpria com os requisitos da norma de referência e guias aplicáveis".

Para dar cumprimento ao normalmente exigido nestes casos, foi enviado um plano de ações e as respetivas evidências. Estas respostas foram aceites pelo IPAC, tendo este, em 03 de março do corrente ano, enviado a decisão de manter a acreditação, uma vez que estavam reunidas todas as condições para tal.

De realçar que todo este processo de acreditação do LRVSA tem sido cofinanciado pelo projeto "Acreditação do LRVSA", no âmbito do programa Intervir+ para uma região mais europeia.

 

Zita Vasconcelos
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar