1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Tremoços: petiscar no arraial!

tremocos1 Os tremoços existem na Europa há vários séculos e caracterizam o típico padrão mediterrânico.

A sua produção tem aumentado a nível mundial, não só pelas características biológicas, mas também pela versatilidade e perfil nutricional. São utilizados na indústria agropecuária, farmacêutica e alimentar na produção de farinha para pão, bolachas, massas e como simples aperitivo. Os tremoços são um excelente alimento para petiscar nos arraiais de Verão: saborosos, nutritivos, pouco calóricos e económicos.

Pertencem ao género Lupinus albus e ao grupo das leguminosas. Contudo, é de salientar que os grãos ao natural (frescos ou secos) apresentam um aminoácido e alcalóides neurotóxicos impróprios para consumo humano. Para se tornarem comestíveis, têm de ser cozidos e passados por várias águas para inativar as suas enzimas e libertar os alcalóides. Assim preparados, não oferecem qualquer risco para a saúde.

Características nutricionais do tremoço

O tremoço é um alimento com reduzido valor energético (cerca de 70kcal por 100g), o que faz dele um petisco muito interessante, face a outros do género.

Na sua composição, encontramos proteínas de boa qualidade e digestibilidade e 5% de fibra. Caracteriza-se por ser pobre em gordura (cerca de 2% da sua composição), sendo esta, maioritariamente, mono e polinsaturada. Os hidratos de carbono, de absorção lenta, contabilizam cerca de 7%. Contêm ainda vitaminas e sais minerais em quantidades substanciais, destacando-se o ácido fólico, o cálcio, o potássio, o magnésio, o ferro e o zinco.

 

O teor proteico e a presença de fibra fazem do tremoço um alimento altamente “saciante” e redutor do apetite. Além disso, é uma excelente alternativa para incluir nas dietas vegetarianas, como substituto da carne ou do peixe.

Conteúdo nutricional de um prato pequeno de tremoços (60 gr):

Energia - 70 kcal (4% da dose diária recomendada (DDR*)

Proteínas - 9,8 g (19,6% DDR*)

Lípidos - 1,4 g (2% DDR*)

Hidratos de Carbono - 4,3 g (1,7% DDR*)

Fibra - 2,9 g (11,6% DDR*)

Sal - 1,37 g (23% DDR*)

*Dose Diária Recomendada

Atenção ao sal!

A desvantagem no uso do tremoço é a elevada quantidade de sal proveniente da salmoura em que são conservados na indústria alimentar: 100g de tremoços contém 3,9 g de sal, valor este próximo da dose máxima diária recomendada de sal (5 gramas).

A solução é, quando comprar tremoços embalados, ter a atenção de ler os rótulos e optar pelos que contêm menor teor de sal. Em casa, deve passá-los por água corrente, demolhá-los em ervas aromáticas, alho picado e pimentão, para torná-los mais saborosos como petisco ou fazer um delicioso patê para toda a família.

Sugestão: 100 g de tremoços; 100 g de abacate; um fio de azeite e sumo de limão. Triturar os tremoços, o abacate e o azeite muito bem, até ficar em creme. Temperar a gosto com um leve toque de sumo de limão. Pode juntar coentros ou qualquer erva aromática para enriquecer o sabor.

Divirta-se nos arraiais de verão e petisque com moderação e sabedoria!

Catarina Lemos
Nutricionista do Serviço Regional de Saúde EPE
(Hospital Dr. Nélio Mendonça)

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar