1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

A cereja regional

cereja 1

Redondas, de cor vermelha, pequenas e deliciosas, assim chegam à mesa dos madeirenses as cerejas.  A sua apanha realiza-se a partir da 2.ª quinzena de maio, prolongando-se até julho. Dada a sua importância para a nossa Região, celebra-se todos os anos, no mês de junho, a Festa da Cereja na freguesia do Jardim da Serra, concelho de Câmara de Lobos.

As cerejas são saboreadas frescas, de maio a julho, ou incorporadas em bebidas (sumos, batidos ou bebidas licorosas), compotas, cereais de pequeno-almoço, sobremesas (tartes ou bolos), pratos de caça ou cristalizadas.

A melhor forma de as consumir é ao natural, para tirarmos maior benefício das suas propriedades nutricionais, no entanto, quando congeladas podem ser utilizadas noutras alturas do ano.

Uma porção de cerejas (cerca de 10 pares) fornece baixo conteúdo calórico (60 Kcal) e 231 mg de potássio, correspondendo a 12% da dose diária recomendada (DDR). Apresenta também uma quantidade interessante de carotenoides (26,4 ug, correspondendo a 3% da DDR de vitamina A), vitamina C (6,6 mg, correspondendo a 8% da DDR), fibra, nomeadamente de pectinas (1,76 g, correspondendo a 7% da DDR) e água (83% da sua composição nutricional).

As cerejas têm um potencial antioxidante pelos seus compostos fenólicos e flavonóides, dos quais se destacam a quercetina, o ácido elágico e as antocianinas, que também lhes confere uma cor avermelhada.

Com tantos benefícios nutricionais, nos próximos meses as cerejas deverão ser uma das frutas de eleição na mesa dos madeirenses, seja como sobremesa ao almoço ou jantar ou num pequeno lanche.

 

cereja 2

Como escolher a melhor cereja

As cerejas devem ser recolhidas maduras, visto que depois de apanhadas não conseguem amadurecer, como acontece com outras frutas. Escolha aquelas que se apresentam de pele firme, sem golpes ou manchas com os pedúnculos verdes e bem presos ao fruto. Evite cerejas moles, pegajosas, engelhadas, rachadas, podres ou sem pedúnculo.

Como conservar em casa

Em casa, guarde-as no frigorífico sem lavar nem tapar. Assim, conseguirá conservá-las durante mais tempo. Quando as consumir, lave-as bem, por baixo de água corrente, para remover vestígios de sujidade.

Se pretender congelar, lave-as primeiro em água corrente, seque-as e congele-as em sacos de plástico. Podem durar até oito meses, dependendo das características do congelador.

Bom proveito!

 

Miguel Andrade
Nutricionista do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, EPE
ERPASS

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar