1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo os apuramentos meteorológicos de 19 a 25 de março (ver quadro), mantiveram-se dum modo geral as condições do estado do tempo, ou seja, clima ameno. Nebulosidade esporádica, precipitação a níveis ainda muito baixos e temperaturas médias acima do normal para a época. Estado do tempo continua atípico para esta altura do ano.

Atenção à frequência das regas, uma vez que os níveis de precipitação têm sido baixos. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP). Regar de acordo com as necessidades hídricas das culturas, no entanto, imperativo estar consciencializado para uma poupança constante de água.

A previsão do estado do tempo para os próximos dias (até 4 de abril), com poucas alterações, fraca nebulosidade, temperaturas máximas a baixar muito pouco e ainda a manter-se a ausência de precipitação, com exceção da costa norte, mas também a níveis baixos.

A água de rega, na ausência de precipitação, ganha uma importância extrema, alertamos para que o uso de água seja o mais adequado e norteado pela poupança.

Pequenos Frutos Vermelhos (Amora, Cereja, Framboesa, Goji, Groselha, Medronho, Mirtilo, Morango)

Drosófila de Asa Manchada (Drosophila suzukii)

cereja A partir do momento em que há nos pomares frutos (cerejas, framboesas, mirtilos…) em início de maturação, a drosófila manifesta preferência pelos frutos e não procura as armadilhas. Por isso, a colocação das armadilhas apenas na época de maturação-colheita ou até um pouco antes tem reduzida ou nula eficácia.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Assim, recomenda-se a manutenção das armadilhas no terreno, numa densidade de 8 a 10 por 1000m2, distribuídas sobretudo na periferia dos pomares, de forma a capturar o maior número possível de drosófilas e a chegar à colheita com as populações da praga em níveis baixos.

Têm surgido dúvidas relativamente às armadilhas a utilizar na captura massiva de drosófila de-asa-manchada. têm-se mostrado muito eficazes armadilhas:

- feitas de garrafas reutilizadas de plástico, de 1,5 litros de capacidade;

- pintadas de vermelho e/ou amarelo vivo ou pelo menos com uma banda de 5 cm de largura destas cores;

- com 10 a 20 furos de 2 mm de diâmetro situados na metade inferior da armadilha;

- com 1 a 2 dl de isco constituído por 2/3 de vinho + 1/3 de vinagre de fruta (ou 1/3 de vinho + 1/3 de vinagre + 1/3 de água) + 10 gramas de açúcar e 2 gotas de detergente inodoro /1,5 litros de isco.

Há no mercado armadilhas e iscos de fabrico industrial, que os produtores poderão utilizar.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento, deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar