1 1 1 1 1 Pontuação 4.00 (1 Votos)

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo os apuramentos meteorológicos de 22 a 28 de janeiro (ver quadro), mantiveram-se dum modo geral as condições do estado do tempo, clima ameno em todas as suas vertentes. Alguma nebulosidade, fraca precipitação e temperaturas a baixar gradualmente. Esta estação continua atípica, ou seja, apenas alguma precipitação em locais com pouca expressão agrícola, exceção feita ao concelho de Santana.

Atenção à frequência das regas, uma vez que os níveis de precipitação são baixos para a época. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP). A intensidade média do vento (ff), a fazer-se sentir duma forma moderada, não interferindo, com a realização das mais variadas operações culturais.

A previsão do estado do tempo para os próximos dias (até 7 de fevereiro), sem alterações de maior, com precipitação apenas na costa norte, mas em níveis mais baixos. Amplitudes térmicas a variar entre os 12 e 20ºC.

Physalis L.

physalis frutosPhysalis L. é um género botânico pertencente à família Solanaceae.

O Physalis é um fruto originário da América do Sul sendo muito cultivado na Colômbia e Bolívia. É uma planta herbácea subespontânea e resiste bem a pragas e doenças sendo por isso ideal na agricultura biológica.

Em Portugal é frequente encontrar Physalis na beira das estradas dos Açores e da Madeira, sendo mais rara no continente. Também conhecido nas ilhas por tomate lagartixa, tomate barrela e tomate capucho.

Em Português: Fisalis, Tomate lagartixa, Tomate Barrela ou Tomate Capucho.

Em Inglês: Cape Gooseberry, Golden Berry ou Chinese Lantern.

Variedades mais frequentemente cultivadas

Physalis pruinosa - cor alaranjada

Physalis franchetti - cor avermelhada

Physalis peruviana L. - amarelada

Sementeira

A semente do Physalis é muito pequena, no entanto tem uma taxa de germinação superior a 95%. Existem alguns cuidados a ter de modo a facilitar a sua germinação:

- Deve ser semeado em local abrigado do frio em janeiro/fevereiro de modo a ser transplantado para o exterior a meio da primavera no final do tempo frio (após maio);

- Para semear Physalis é necessário vasos pequenos ou células de plástico e terra esterilizada ou substrato próprio. É conveniente que a terra seja misturada com musgo de modo a reter mais humidade e a não se compactar;

- Coloque a semente a cerca de 1 cm de profundidade e cubra;

- Regue com um vaporizador frequentemente mantendo sempre a terra húmida, mas não encharcada.

Outro método é usar células ou vasos furados em baixo e colocar um tabuleiro com água por baixo, assim a terra mantém-se sempre húmida por capilaridade e nunca encharca.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Plantação

physalis planta

Assim que as plantas atingirem cerca de 15 cm já apresentam alguma resistência ao frio e podem ser mudadas para os locais definitivos. Deve escolher uma zona com muito sol, protegida do vento e um terreno com boa drenagem de preferência ligeiramente arenoso.

Plantar o Physalis com espaço cerca de 60 a 80 cm entre plantas (na linha), para que se possa desenvolver convenientemente e dar muitos frutos e cerca de 1,5 m na entre-linha.

Caso não plante junto a um muro pode estacar os arbustos de Physalis com arames e estacas. O vento é o principal fator a ter em conta já que a Physalis é muito delicada e facilmente parte com ventos fortes.

Para a irrigação das plantas, indica-se o sistema de gota-a-gota.

Cuidados

A planta não gosta de excesso de humidade sendo muito vulnerável a doenças fúngicas. Em períodos de muita humidade, aplique calda bordalesa a cada 15 dias para evitar o ataque destas doenças.

No caso de combate a pragas, como broca, tripes e ácaros, faça pulverizações a cada oito ou dez dias, principalmente após a colheita. Os produtos fitossanitários podem ser adquiridos, com orientação de engenheiros especializados e usados na dose recomendada pelo fabricante.

Colheita

Cada arbusto de Physalis pode gerar até 3 kg de frutos variando conforme a sua localização e clima. Os frutos começam a amadurecer no início do verão e devem ser colhidos com cuidado para não danificar a planta à medida que ficam maduros. Cada planta tem uma vida de cerca de 3 anos em climas amenos.

Caso os frutos não sejam colhidos, as sementes espalham-se, originando a novas plantas à volta do arbusto mãe.

Usos

O Physalis é um fruto bastante saboroso e pode ser comido sem qualquer preparação. É normalmente usado na cozinha como decorativo de pratos e sobremesas devido ao aspeto fora do vulgar. Pode ser usado em compotas e doces ou em licores.

Existe alguma literatura relativa à utilização medicinal da planta como depurativo, diurético e anti-oxidante. No entanto não existem estudos científicos profundos que confirmem estas teorias.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento, deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

Comentar

Código de segurança
Atualizar