1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo os apuramentos meteorológicos de 11 a 17 de dezembro (ver quadro), mantiveram-se dum modo geral as condições do estado do tempo, clima ameno em todas as suas vertentes. Ainda alguma nebulosidade, mas ausência de precipitação em quase toda a região. Temperaturas médias ótimas.

Atenção à frequência das regas, uma vez que temos baixos níveis de precipitação. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP). A intensidade média do vento (ff), a fazer-se sentir duma forma moderada, não interferindo ainda, com a realização das mais variadas operações culturais.

A previsão do estado do tempo para os próximos dias (até 27 de dezembro), um pouco mais de nebulosidade que a semana anterior. Aguaceiros muito raros, a acontecer, apenas na costa norte da região.

Cultura do morangueiro - parte 1

Introdução

morangueiroO morango frágil, perecível e delicado, é dos frutos mais apetecidos no início do verão e não apenas em Portugal, este irresistível fruto está no topo dos frutos mais consumidos em todo o mundo.

Possui, uma extraordinária capacidade de atuar como antioxidante e anti-inflamatório. Os benefícios para a saúde são imensos, trata-se de uma excelente fonte de vitamina C, A, B1, B2 e B9, igualmente rico em minerais como o ferro, cálcio, potássio, fósforo e silício. Sendo o morango um dos frutos mais estudados cientificamente, este é hoje em dia reconhecido em várias áreas da saúde no que toca à prevenção de doenças cardiovasculares, diminuição do risco de diabetes e na prevenção de certos tipos de cancro.

Existem dois tipos de morangueiros. Os não remontantes (dias curtos) e os remontantes (dias longos) e cada um com datas diferentes de plantação. Os morangueiros precisam de frio e horas de luz, para produzirem em quantidade e qualidade e por isso a data de plantação é extremamente importante para se obter um bom rendimento.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Numa zona fria durante o Inverno não haverá problema em plantar antes do Inverno, mas atenção, os morangueiros gostam de frio, mas não do gelo, devemos protegê-los sempre que existe previsão de geada. Numa região mais amena podemos plantar no início da primavera, mas ter a certeza de que as plantas vieram do frio (provavelmente de camaras frigorificas) ou então devemos selecionar variedades menos exigentes em frio, como é o caso da Camarosa.

Não Remontantes

São conhecidas também como as variedades de dia curto e produzem só uma vez no ano, normalmente durante a Primavera (até fins de junho), são mais produtivas. As variedades Camarosa e Chandler talvez sejam as mais conhecidas. Estas variedades precisam dos dias curtos e do frio para induzir o aparecimento das flores e frutos, assim não devemos plantar (estolhos) depois de 20 de outubro para garantir que não só iniciem o seu desenvolvimento antes da chegada do frio como também induzir a indução floral por altura dos dias curtos.

Remontantes

São os morangueiros de dias longos pois precisam de dias longos para induzir o aparecimento de flores e frutos e como tal têm a capacidade de produzir durante todo o verão e parte do outono. As variedades Portolas, Albion e Diamante são as variedades mais conhecidas no nosso País e podemos plantar estas variedades em 3 alturas distintas do ano, assim:

- até 15 de novembro;

- em março;

- e uma terceira em junho/princípios de julho;

Se plantarmos em novembro devemos renovar o morangueiro em junho/julho, ou seja, devemos cortar a coroa (zona da saída da planta da terra) para voltar a crescer e produzir.

Porquê armar o solo em camalhões? Cobrir o solo ou não?

Uma das especificidades desta cultura, é facto de ser sensível ao encharcamento, razão pela qual o morangueiro deve ser plantado em cama elevada (camalhão).

Cobrir o solo é essencial, não só para que o fruto não entre em contacto com a terra, não perdendo valor comercial, como também, para aumentar da precocidade da colheita, induzida pelo aumento da temperatura do solo e ainda por evitar a emergência de infestantes.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento, deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA

Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Telef.: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar