1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Os apuramentos meteorológicos de 13 a 19 de novembro (ver quadro) revelam, de um modo geral, uma ligeira melhoria das condições do estado do tempo, ainda que com alguma nebulosidade acompanhada de fraca precipitação em determinadas freguesias da Região e com as temperaturas médias a baixar gradualmente.

Dever-se-á reduzir a frequência das regas, como consequência do aumento verificado da precipitação. A intensidade média do vento fez-se sentir de uma forma moderada, não interferindo ainda com a realização das mais variadas operações culturais.

A previsão do estado do tempo para os próximos dias (até 29 de novembro) apresenta poucas alterações, com a continuação de muita nebulosidade e alguma precipitação, alternando com dias de reduzida nebulosidade. A norte da Região, espera-se muita nebulosidade, associada a alguns aguaceiros.

A falsa sementeira é uma das operações culturais que se pode pôr em prática nesta época do ano.

A prática de falsas sementeiras pode ser de grande ajuda na prevenção da infestação por ervas espontâneas, que fazem concorrência e prejudicam as culturas. Nas plantações da batateira, por ex., poder-se-á antecipar o aparecimento das infestantes, de modo a destruí-las de forma mais fácil.

Falsa sementeira no controlo de infestantes

falsa sementeira controlo infestantes A falsa sementeira consiste na preparação do solo algumas semanas antes da instalação da cultura, deixando nascer uma camada de ervas infestantes, que serão destruídas enquanto pequenas, por uma gradagem.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Só depois se faz a plantação da batata. Consegue-se, assim, uma diminuição acentuada da quantidade de infestantes no terreno. Muitas das que nascerem mais tarde terão maior dificuldade em crescer, porque serão já ensombradas pelas batateiras.

Em resumo:

Preparam-se os canteiros como se fosse para semear e espera-se que as ervas despontem em quantidade, para imediatamente as controlar, arrancando, sachando ou usando outra técnica que julguem apropriada. Só depois se faz realmente a sementeira pretendida e a quantidade de ervas daninhas fica assim substancialmente reduzida.

Nesta altura do ano deve-se continuar a pôr em prática outras operações culturais, como, por exemplo, a mobilização dos solos para as sementeiras e plantações de outono/inverno, onde se irão fazer novas plantações de fruteiras e vinhas em janeiro/fevereiro, procedendo à correção da reação do solo e à incorporação de composto.

É importante não esquecer que é necessário, desde já, efetuar as encomendas das fruteiras e dos bacelos.

Dever-se-á aproveitar também esta altura do ano para se proceder à calagem, como referido atrás, mas apenas se os resultados da análise laboratorial aos solos assim o indicar.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA

Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Telef.: 291 211 260

Comentar

Código de segurança
Atualizar