1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo os apuramentos meteorológicos de 26 junho a 2 de julho (ver quadro), verificaram-se poucas alterações relativamente à semana anterior, ou seja, precipitação quase nula em toda a ilha. Necessidade de efetuar mais regas, mas apenas e só, de acordo com as necessidades hídricas das culturas.

A previsão do estado do tempo para os próximos dias (até ao dia 12 de julho), apresenta poucas alterações. Na costa sul, continuação de alguma nebulosidade, alternando com algumas ‘abertas’. A norte o IPMA prevê poucas alterações das condições atmosféricas, ou seja, alguma nebulosidade, mas sem precipitação.

Os valores registados da precipitação (P) na última semana foram praticamente nulos, e quase de forma proporcionalmente inversa os valores da Evapotranspiração potencial (ETP) aumentam (ver quadro). Estes dados significam que teremos de, obrigatoriamente aumentar, a frequência das regas.

Pomóideas e prunóideas

Prosseguir com os tratamentos preventivos e curativos contra as seguintes doenças: pedrado das macieiras e das pereiras e ainda lepra dos pessegueiros.

pedrado pereira pedrado macieira
 Fig. 1 - Pedrado da pereira e da macieira, respetivamente

O risco de aparecimento de infeções secundárias mantem-se elevado.

bichado fruta
 Fig. 2 - Lepra do pessegueiro

No Modo de Produção Biológico podem ser utilizados fungicidas anti-pedrado à base de cobre e de enxofre.Recomenda-se a proteção, com um produto de contacto de ação preventiva, apenas nos pomares onde existam manchas de pedrado, podem ser utilizados fungicidas inorgânicos, nomeadamente sulfato de cobre e cálcio - calda bordalesa.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Bichado da Fruta

bichado fruta
 Fig. 3 – Bichado da fruta

Ainda se encontra a decorrer a 1.ª geração de bichado-da-fruta.

Como as condições se encontram favoráveis ao desenvolvimento da praga considera-se necessária a renovação de tratamento fitossanitário. A fim de avaliar a intensidade de ataque no seu pomar, recomendamos a realização da seguinte metodologia de estimativa do risco: observação de 1.000 frutos (20 frutos por árvore em 50 árvores), na bordadura e interior do pomar. Se contabilizar 5 a 10 frutos atacados deve proteger o seu pomar com um produto de ação larvicida.

aranhico arvore aranhico vermelho
 Fig. 4 – Presença de aranhiço nos ramos e um exemplar, respetivamente

Face ao gradual aumento das temperaturas registadas, recomendamos uma vigilância aos pomares para uma prospeção ao aranhiço vermelho. Observe 100 folhas do terço médio do ramo (2 folhas x 50 plantas) e, se registar 50 a 75% de folhas ocupadas com formas móveis deste ácaro, deve realizar um tratamento com um acaricida homologado.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 
Tel..: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar