1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo os apuramentos meteorológicos de 19 a 25 de junho (ver quadro), verificaram-se poucas alterações relativamente à semana anterior, ou seja, precipitação quase nula em toda a ilha. Necessidade de efetuar mais regas, mas apenas e só, de acordo com as necessidades hídricas das culturas. A previsão do estado do tempo para os próximos dias (até ao dia 5 de julho), apresenta poucas alterações. Na costa sul, continuação de alguma nebulosidade, alternando com algumas ‘abertas’. A norte, o IPMA prevê poucas alterações das condições atmosféricas, ou seja, alguma nebulosidade e os níveis de precipitação a baixarem gradualmente. Em suma, melhorias do estado do tempo em toda a região. Estão previstas para a próxima semana, a continuação de boas condições do estado do tempo, ou seja, dias de céu limpo, com gradual aumento da temperatura, aguaceiros a acontecer será de forma muito esporádica. Os valores registados da precipitação (P) na última semana foram praticamente nulos, ao contrário dos valores registados da Evapotranspiração potencial (ETP), ver quadro. Teremos, pois, que aumentar obrigatoriamente a frequência das regas.

A rega constitui uma prática agrícola decisiva para melhorar a rentabilidade das nossas explorações agrícolas e assegurar o desenvolvimento e competitividade do sector. Um bom uso da água de rega permite poupar um recurso escasso, necessitando de menor quantidade para obter a mesma produção. Ou, então, permite alargar a área de regadio da exploração. Em ambos os casos, reduz-se os custos de produção e aumenta-se a rentabilidade económica. O objetivo principal é saber quando e quanto regar, de forma a adaptar, o mais possível, a época e a quantidade de água de rega às necessidades das culturas, evitando perdas desnecessárias. A água deve ser fornecida à cultura com uma boa eficiência, reduzindo ao mínimo as perdas que se verificam ao longo do sistema de distribuição e na aplicação na parcela que deve ser uniforme em toda a sua extensão.

Papaeira (Carica papaya L.)

papaieira

É uma cultura que nesta altura do ano deverá continuar a estar sob observação, para prevenir caso apareçam o os principais problemas fitossanitários, ou seja, sinais de ácaros e sintomas de oídio e pinta negra.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

No combate aos ácaros, existe disponível no mercado o Vertimec 018 EC (s.a.: abamectina), numa concentração de 50 a 75ml/hl. (Ver rótulo).

papaieira folha papaieira fruto
 Sintomas da pinta negra nas folhas e frutos, respetivamente

Se forem detetados sintomas de oídio, existe por exemplo o Bago de Ouro (enxofre polvilhável) numa dose de 50 Kg/ha, máximo 5 aplicações, (polvilhação dirigida à copa da planta).

Uma das mais importantes doenças, causadas por fungos, em papaieira é conhecida como varíola, sarna ou pinta preta, provocada pelo fungo Asperisporium caricae, que ataca folhas e fruitos. Inicialmente, aparecem lesões ou pintas escuras, que progridem para o apodrecimento dos frutos.

Plantas e frutos muito atacados devem ser eliminados, pois são fonte de multiplicação e disseminação do fungo. Como medida preventiva, pulverizar oxicloreto de cobre, numa dose de 20 gramas diluído em 10 litros de água. Molhar bem as folhas e frutos e repetir até seis vezes durante o ciclo de produção, em intervalos de 10 dias.

Sabedoria popular

A chuva de São João tolhe a vinha e não dá pão

Pelo São João deve o milho cobrir o chão

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 
Tel..: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar