1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

Segundo os apuramentos meteorológicos de 18 a 24 de julho (ver quadro), manteve-se a tendência das últimas semanas, constatando-se na maior parte dos dias da semana tempo ameno, alternando, raras vezes, com dias de maior calor. A intensidade média do vento a fazer-se sentir duma forma moderada, não interferindo com a realização de operações culturais, nomeadamente a aplicação de produtos fitofarmacêuticos, tendo a especial atenção de não realizar estas aplicações nas horas mais quentes do dia. Relativamente às regas, há que regar de acordo com as necessidades hídricas das culturas. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP), que indiciam claramente essa realidade.

A previsão do estado do tempo para os próximos dias mantém-se, ou seja, reserva-nos dias de alguma nebulosidade, alternando com céu limpo, e a norte o IPMA prevê a possibilidade de chuviscos ou chuva fraca, para o próximo dia 31 de julho.

Ambiente

A sociedade em geral tem vindo, pouco a pouco, a dar maior atenção e importância às questões relacionadas com o ambiente e à sua contribuição para a qualidade de vida que pretendemos sempre melhorar.

É urgente sensibilizar as gerações futuras para as questões ambientais e para as boas práticas agrícolas.

É crucial também reforçar o papel que a agricultura deve desempenhar na preservação do ambiente, em geral, e na proteção dos recursos naturais, em particular.

Para atingir tal objetivo, é fundamental conservar o solo e a água, enquanto principais recursos naturais sobre os quais se exerce a pressão da atividade agrícola.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Ao assegurar-se as melhores condições de instalação, crescimento e desenvolvimento das culturas, previne-se a ocorrência de fenómenos de erosão, compactação e contaminação do solo.

Ao promover-se a gestão equilibrada e racional do regadio, do uso de produtos fitofarmacêuticos e de fertilizantes, previne-se a degradação da qualidade da água e da quantidade disponível.

Não se esqueça e tire o máximo partido das matérias fertilizantes produzidas na sua exploração, particularmente estrumes, chorumes, compostos e outros, constituindo os adubos minerais apenas o complemento necessário ao défice de nutrientes eventualmente existente.

Através de atitudes sustentáveis melhora-se a economia da família/empresa, reduzindo os custos de produção e melhorando a qualidade dos produtos, salvaguardando sempre os recursos naturais, ou seja, o ambiente.

Necessidade em compreender outros modos de produção alternativos ao actual, tais como modo de produção integrado ou modo de produção biológico, por forma, a reduzir o número de impactos ambientais, reduzindo também os riscos para a saúde humana.

Nesta época crítica, de perigo de incêndio, recomenda-se a limpeza das matas e também evitar o acumular de resíduos vegetais facilmente combustíveis (madeira e folhagem) na sua exploração agrícola, a fim de prevenir eventuais incêndios.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDR
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

Comentar

Código de segurança
Atualizar