1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola: a informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo as previsões para a próxima semana, teremos temperaturas médias amenas em quase toda a região. A intensidade média do vento a fazer-se sentir duma forma mais suave, permitindo a aplicação de produtos fitofarmacêuticos. Relativamente às regas, uma vez que a precipitação tem valores inferiores à evapotranspiração (água perdida por evaporação e pela transpiração da cultura), verifica-se a necessidade de retomar esta prática de forma regular. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP), que indiciam claramente haver necessidade de regar, mas sempre de sempre de acordo com as necessidades da cultura. A previsão do estado do tempo para a próxima semana, reserva-nos alguma estabilidade, alternando a espaços com alguma precipitação, mas muito reduzida, daí a necessidade de continuar a manter a frequência das regas.

Poderemos nesta altura do ano, em especial para produtores de kiwi, prestar especial atenção, para deteção de sintomas duma doença de quarentena (obrigatório declarar), designada por cancro ou bacteriose da actinídea (Kiwi).

ACTINÍDEA (Kiwi)

sintoma PSA kiwi

Cancro bacteriano ou Bacteriose – PSA - (Pseudomonas syringae pv actinidiae)

BIOLOGIA

Neste momento os dados disponíveis no que se refere à biologia de P. syringae pv. actinidiae são escassos. A bactéria penetra na planta através de feridas naturais ou dos cortes da poda, tendo capacidade de se movimentar através do sistema vascular. Na Primavera, em condições de elevada humidade relativa, há produção de exsudado bacteriano, o que permite a dispersão da doença através de operações culturais inadequadas, da chuva e do vento. Invernos frios e húmidos, seguidos de Primaveras húmidas, parecem ser favoráveis à doença. A utilização de plantas infectadas na plantação de pomares novos é responsável pela transmissão da bactéria a grandes distâncias. Importante saber a origem do material para propagação.

SINTOMAS

- Folhas com pequenas necroses castanhas, circundadas por halo amarelo (sintoma não específico desta doença) - ver foto.

- Cancros nos ramos e tronco, com escorrimento de goma translúcida e avermelhada - ver foto.

- Flores necrosadas (os sintomas na floração são difíceis de observar, uma vez que não são específicos desta doença).

- Morte de plantas.

sintoma3 PSA kiwisintoma2 PSA kiwi

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

MEIOS DE CONTROLO

Não existem meios de luta curativos, pelo que se deve evitar a introdução do agente causal no pomar. O pomar deverá ser inspeccionado com regularidade, nomeadamente no início da Primavera e no Outono, quando os sintomas são mais visíveis. Os tratamentos com produtos à base de cobre são recomendados na Primavera, antes da rebentação, no Outono, após a queda das folhas, e sempre que as plantas apresentem feridas devido ao granizo ou ventos fortes.

Neste período, de rebentação das plantas e de chuva, deve-se aplicar uma calda à base de cobre, mas só em pomares com sintomas de PSA, como meio de contrariar e retardar a expansão da doença. O produto SERENADE MAX, também homologado para o combate à PSA, só deve ser aplicado durante a floração. Ponha também em prática as medidas preventivas recomendadas. (Ver em baixo).

Para combate à PSA no Modo de Produção Biológico (MPB), são autorizados produtos à base de cobre.

MEDIDAS PREVENTIVAS

- Não podar com tempo de chuva, sempre com tempo seco;

- Na poda, as plantas com sintomas suspeitos deverão ser podadas em último lugar, ou seja, as tesouras e os serrotes com uma solução de hipoclorito de sódio a 10% ou álcool a 70%;

- Desinfetar regularmente os instrumentos de poda;

- Retirar sem demora toda a lenha de poda do pomar e queimá-la ou guardá-la em local abrigado da chuva, para impedir a dispersão da bactéria. O material infectado não deve ser deixado no pomar, não devendo ser destroçado e incorporado ao solo;

- Caso a doença se instale, as plantas mortas, devem ser arrancadas e queimadas;

- Em pomares onde haja plantas afetadas pela PSA, deve ser aplicada uma calda à base de cobre, a seguir à poda, de modo a desinfetar os cortes o melhor possível. Se, no pomar, apenas algumas plantas estiverem afetadas, só estas devem ser tratadas.

- As adubações deverão ter por base análises de solo e foliares, evitando o vigor excessivo das plantas;

- Deve-se manter o controlo do coberto vegetal no pomar.

Se detetar sintomas de PSA nos seu pomar de kiwi, favor contatar os nossos serviços, (por ser obrigatório a declaração, como já referido), usando o número de telefone abaixo indicado.

DICAS DOS AVÓS

Controlo de formigas

Numa altura do ano em que a atividade dos insectos irá recomeçar em força, deixamos aqui, algumas dicas para refrear a atividade de insectos rastejantes, nomeadamente as formigas.

Colocar algumas gotas de sumo de limão na entrada do formigueiro e deixar ali a casca. As formigas também podem ser eliminadas com o uso de pó de café, pimenta, talco e cinzas.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura (DATA)
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 
Telef.: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar