1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola:
a informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Segundo as previsões para a próxima semana, teremos temperaturas médias amenas em quase toda a região, verificando-se a norte temperaturas médias um pouco mais baixas. A intensidade média do vento a fazer-se sentir duma forma mais suave relativamente à semana anterior, permitindo com alguma reserva, a aplicação de produtos fitofarmacêuticos, nomeadamente os tratamentos de inverno nas fruteiras temperadas.

As regas, uma vez que a precipitação será recorrente, poderão ver a sua frequência reduzida, mas sempre de acordo com as necessidades hídricas da cultura. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP), que indiciam claramente não haver, na maioria das freguesias com peso agrícola, necessidade de regar com a frequência habitual. A previsão é de precipitação para os próximos dias, há que planear com muita atenção os tratamentos fitofarmacêuticos de inverno ou até mesmo cancelá-los, esperando por melhorias do estado do tempo, para os realizar.

Deveremos continuar com as observações às culturas por forma a detetar precocemente quaisquer sinais ou sintomas de pragas/doenças.
Continuar ou iniciar a poda das fruteiras. Todos os trabalhos indicados para o mês de janeiro podem ainda ser feitos neste mês, mas não devem ser adiados por muito mais tempo.

Continuar também com o tratamento das macieiras, pereiras, e pessegueiros contra as cochonilhas, ovos de insetos e de ácaros e formas hibernantes de pedrado; pulverização com calda bordalesa nas nespereiras (contra o pedrado), nos pessegueiros (contra o crivado e a lepra) noutras fruteiras – laranjeiras (contra o míldio) - ver o DICA, número anterior. Tratamentos fitofarmacêuticos a serem realizados com a ‘certeza’ que não há precipitação nos dois dias seguintes após a aplicação.

Prosseguir com a preparação do solo – lavouras, gradagens, adubações, estrumações-destinadas às culturas de primavera, sempre que o estado do tempo o permita.

Execução de caldeiras em volta das árvores e arbustos, onde se lança estrume, que não deverá ficar em contato com a planta (este estrume deve ser coberto na primavera).

Para a sementeira de pimentos e tomateiros preparar camas quentes, alfobres sob abrigo.

Aproveitar as condições do estado do tempo, sempre que permitam efetuar as mondas nas culturas recentemente plantadas, nomeadamente nas cebolas.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

VINHA

Continuar ou iniciar a poda da vinha e prosseguir com as fertilizações. Iniciar a enxertia, utilizando castas apropriadas, em locais abrigados.

Doenças do lenho (Esca, Escoriose, Eutipiose)

As doenças do lenho são provocadas por um complexo de fungos cuja prevenção e diminuição de inóculo, só é possível com a implementação de medidas culturais, tais como:

- Podar com tempo seco, frio, sem vento e o mais próximo possível do início do abrolhamento, principalmente nos locais mais sujeitos a geadas, para proteger de eventuais geadas tardias;

- Proteger as feridas ou os cortes de grande superfície pincelando com uma pasta cúprica;

- Evitar fazer cortes rasantes, grandes cortes e cortes junto ao tronco;

- Desinfetar os utensílios de corte;

- Podar separadamente as videiras doentes;

- Nas cepas mais atacadas por escoriose, deverá deixar um a dois gomos a mais que o normal por talão, de modo a garantir a rebentação, pois esta doença afeta sobretudo os gomos da base das varas;

- Deverá adquirir bacelos, enxertos-prontos ou garfos sempre acompanhados de passaporte fitossanitário.

Ditados populares

Quando não chove em fevereiro, nem bom prado nem bom celeiro.

• Em fevereiro chuva, em agosto uva.

• Em fevereiro, deixa a fonte e vai ao ribeiro.

• Fevereiro quente, não o vejas tu nem o teu parente.

• Fevereiro seca as fontes ou leva as pontes.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telefone: 291 214 310

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar