1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola:
a informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

De acordo com as previsões para a próxima semana, a temperatura média será amena em quase toda a Região, mas verificando-se a norte temperaturas médias um pouco mais baixas. A intensidade média suave do vento permite, embora com alguma reserva, a aplicação dos produtos fitofarmacêuticos, nomeadamente os tratamentos de inverno nas fruteiras temperadas. As regas, e uma vez que a precipitação tem sido intermitente, devem ser acauteladas, de acordo com as necessidades hídricas da cultura. 

FRUTEIRAS

Tratamento de Inverno

Os tratamentos de inverno têm como objetivo reduzir o inóculo de algumas doenças e pragas presentes nas culturas, contribuindo para diminuir o número de tratamentos fitossanitários durante o ciclo vegetativo. O recomendado é, por norma, três tratamentos no outono/inverno, no entanto, caso apenas seja possível um único tratamento, este deve ser efetuado entre 30 a 15 dias antes da rebentação (abrolhamento). Estes tratamentos são realizados essencialmente com produtos à base de cobre para prevenir as doenças e óleos de verão para combater as formas hibernantes de insetos e ácaros. As substâncias ativas homologadas para as principais culturas de folha caduca na Madeira foram publicadas no DICA da semana anterior (edição 206/2017).

Ao realizar o tratamento de inverno, deve ter em consideração que:

- os produtos utilizados nos tratamentos de inverno atuam por contacto, pelo que deve molhar bem todas as partes da árvore, sem esquecer os ramos mais altos;

- estes tratamentos só devem ser realizados em períodos em que não se preveja a ocorrência de precipitação nas 48 horas seguintes à aplicação;

- os tratamentos de inverno devem ser efetuados após a poda, pois assim são mais eficazes.

Poda

A poda é um conjunto de cortes executados numa árvore, com o objetivo de regularizar a produção e aumentar e melhorar os frutos, mantendo o completo equilíbrio entre a frutificação e a vegetação normal.

É uma das práticas culturais realizadas em fruticultura que, juntamente com outras práticas, a exemplo da fertilização, irrigação e drenagem, controlo fitossanitário, afinidade entre enxerto e portaenxerto e condições edafoclimáticas, torna o pomar produtivo.

A poda deve promover um bom arejamento da copa, para facilitar não só a entrada de luz mas também a aplicação das caldas.

Ao podar, deve eliminar todas as pernadas e ramos que apresentem deformações causadas por doenças e pragas, tais como cancros, posturas de insetos ou frutos mumificados, entre outras. A lenha da poda proveniente de plantas doentes deve ser retirada e queimada, sendo que a que se encontra em boas condições sanitárias deve ser triturada e incorporada no solo, contribuindo assim para uma melhoria da estrutura do solo e um aumento da matéria orgânica. Os serrotes e tesouras devem ser sempre desinfetados (lixívia ou álcool), a fim de evitar a contaminação das árvores sãs.

 

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Épocas de poda

Árvores de folha caduca

A poda faz-se quando as árvores se encontram despidas de folhas. Nas regiões frias e onde são frequentes os gelos e geadas, deve fazer-se mais tardiamente, para que a cicatrização não fique prejudicada. As podas tardias provocam muitas vezes a “chora” (“sangrar” de seiva).

Árvores de folha persistente

Faz-se depois da colheita dos frutos e antes do abrolhamento dos gomos. Devem ser feitas durante o período de repouso vegetativo. Não se deve podar com tempo de vento forte e frio, nem de geada.

A poda é uma operação cultural que deve realizar-se no período improdutivo das árvores e consiste na supressão de ramos, como já referido, a forma de atuar dependerá do sistema de condução eleito.

A poda é recomendável nesta altura do ano e sempre que o estado do tempo assim o permitir, (evitando grandes cortes), nas figueiras, prunóideas (principalmente pessegueiro, cerejeira e ameixeira). Recomenda-se que se faça no quarto minguante da lua.

Aconselha-se sempre a seguir à poda, uma desinfeção com produtos à base de cobre (desinfetante e cicatrizante) e de óleo mineral (ovicida – eliminando os ovos por asfixia), ou seja, os tratamentos de inverno,

OUTRAS OPERAÇÕES CULTURAIS

Continuação dos procedimentos de preparação das culturas de Primavera-Verão.

Monda

Aproveitar as condições do estado do tempo, que ainda vão permitindo efetuar as mondas nas culturas recentemente plantadas, nomeadamente nas cebolas.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telefone: 291 214 310

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar