1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA
Os níveis de precipitação registaram um ligeiro aumento na semana anterior nas vertentes viradas a norte mas permanecem baixos para a época nas costas a sul e as previsões para a próxima semana indicam a continuação das mesmas condições do estado do tempo, daí ser prioritário manter ainda as regas periódicas, de modo a assegurar a obtenção das produções desejadas.

A rega constitui uma prática agrícola decisiva para melhorar a rentabilidade das explorações agrícolas, contribuindo assim para o desenvolvimento e competitividade do sector.

É fundamental saber quando e quanto regar, de forma a adaptar o mais possível o momento e a quantidade de água de rega às necessidades das culturas, evitando perdas desnecessárias.

A água deve ser fornecida à cultura com eficiência, reduzindo ao mínimo as perdas que se verificam ao longo do sistema de distribuição e na aplicação na parcela, que deve ser uniforme em toda a sua extensão.

O bom uso da água de rega permite poupar um recurso escasso, necessitando de menor quantidade para obter a mesma produção, ou, então, alargar a área de regadio da exploração. Em ambos os casos, reduz-se os custos de produção e aumenta-se a rentabilidade económica.

Nos locais em que os valores registados da precipitação (P) sejam superiores aos da Evapotranspiração potencial (ETP), a frequência das regas pode ser reduzida.

TRATAMENTOS FITOSSANITÁRIOS

- Hortícolas:

Com o aparecimento, ainda que esporádico e tímido da precipitação, há que manter vigilância à cultura da batateira, nomeadamente no combate ao míldio. As boas condições do estado do tempo continuam a permitir as operações de lavoura, ou seja, a preparação dos talhões, socalcos e canteiros para as culturas próprias da época e também para as culturas da próxima primavera.

- Frutícolas:

Há que manter os pomares de citrinos (variedades mais tardias) protegidos contra o míldio, aplicando um produto fitofarmacêutico adequado, com repetições de 3 a 4 semanas (ver rótulo), como tem vindo a ser recomendado nas últimas semanas. De igual modo, há que manter o combate contra a cochonilha algodão e mosca da fruta na anoneira, tendo sempre muita atenção a época prevista para a colheita dos frutos.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Deverá ser dada atenção ao controlo do oídio nas papaieiras. Caso já esteja instalado, deverá recorrer a um produto sistémico, neste caso o Score 250 EC da Syngenta, recentemente homologado. Deve pulverizar as plantas com uma calda de 15 a 25 ml de produto comercial para 100 l de água, num máximo de 4 aplicações intervalada de 15 a 21 dias, procurando sempre alternar com fungicidas com um modo de ação diferente (aguarda-se a homologação do enxofre em pó para polvilhação).

Caso verifique oídio na primeira floração do mangueiro, deverá proceder à sua eliminação, de forma a surgir uma segunda floração, que trará mais flor feminina e que vingará mais facilmente. Mais se informa que para infeções graves de oídio nas folhas, o produto comercial Score 250 EC também já está homologado para o mangueiro.

- Vinha:

Dever-se-á proceder ao controlo de infestantes anuais, consultando sempre a ficha técnica dos vários produtos fitofarmacêuticos existentes no mercado, de forma a escolher o mais adequado para a sua situação.

OPERAÇÕES CULTURAIS

- Mobilização do solo:

Dadas as condições meteorológicas, é possível continuar com a mobilização dos solos e com a incorporação de estrumes e corretivos, de acordo com resultados de análises laboratoriais.

- Sementeira:

Há ainda margem temporal para iniciar a sementeira de algumas hortícolas, a exemplo da alface, couve, beterraba, nabo e alho, uma vez que o estado do tempo continua a favor.

- Plantação:

Apesar de previsão de precipitação fraca para os próximos dias, poder-se-á continuar, caso não esteja terminada, com a plantação de couves, alfaces, favas, cebola, alho e morangueiro, assim como de algumas fruteiras, nomeadamente cerejeira, pessegueiro, macieira e pereira.

- Jardim:

As roseiras devem ser podadas, se ainda não foram, bem como outros arbustos e árvores de jardim que não estejam em flor, continuando ainda com a instalação de viveiros de estacaria de roseiras e de outros arbustos e árvores de jardim.

- Adega:

Com o tempo frio e seco e com o vento de norte, deve-se proceder à trasfega do vinho, com a finalidade de evitar as borras e manter a qualidade.

Nunca é demais relembrar que a situação atual vem reforçar o papel que a agricultura deve desempenhar na preservação do ambiente, em geral, e na proteção dos recursos naturais, em particular. Para atingir tal objetivo, é fundamental conservar o solo e a água, enquanto principais recursos naturais sobre os quais se exerce a pressão da atividade agrícola. Ao assegurar-se as melhores condições de instalação, crescimento e desenvolvimento das culturas, previne-se a ocorrência de fenómenos de erosão, compactação e contaminação do solo. Por outro lado, ao promover-se a gestão equilibrada e racional do regadio, do uso de produtos fitofarmacêuticos e de fertilizantes, previne-se a degradação da qualidade e da quantidade de água disponível.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar os seguintes serviços da Direção Regional de Agricultura:

- No âmbito da produção convencional (proteção integrada):

Direção de Serviços de Desenvolvimento Rural
Divisão de Apoio ao Agricultor
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 214 310

Direção de Serviços de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Divisão de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

- No âmbito da produção biológica:

Direção de Serviços de Desenvolvimento de Agricultura e Pecuária Biológica
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 744 190

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar