1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

As condições ótimas do estado do tempo, da última semana confirmaram as previsões aqui avançadas, prevendo-se para a próxima semana temperaturas a baixar ligeiramente e um aumento gradual de precipitação.

Deve-se, no entanto, manter as regas regulares, apesar de alguma precipitação que se verificou nestes últimos dias e da previsão de um aumento gradual para os próximos, porque as perdas de água ao nível do solo ainda são superiores aos ganhos.

TRATAMENTOS FITOSSANITÁRIOS

- Hortícolas:

Nesta altura do ano dá-se prioridade aos tratamentos fitossanitários com fungicidas. Com o gradual aumento do nível da precipitação, há que manter vigilância especial à cultura da batateira, nomeadamente no combate ao míldio, tendo o cuidado de não efetuar aplicações de produtos fitossanitários em dias chuvosos ou com previsão da mesma.

- Frutícolas:

Nos pomares de citrinos, com o aumento gradual da precipitação, há que manter o pomar protegido contra o míldio.

Para a cultura da anoneira, deverá iniciar e/ou manter o combate contra a cochonilha algodão e mosca da fruta, como referido na semana anterior, tendo sempre em atenção à época de colheita, de forma a respeitarem-se sempre os intervalos de segurança dos produtos (número de dias que têm de decorrer obrigatoriamente desde a aplicação do produto até à colheita).

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

OPERAÇÕES CULTURAIS

- Mobilização do solo:

Caso seja necessário, poder-se-á continuar com a mobilização dos solos, uma vez que ainda há condições para tal, procedendo à abertura das valas que se considerem vantajosas para evitar a estagnação das águas das chuvas e evitar-se assim o desmoronamento de paredes e perda de solos agrícolas.

- Sementeira:

De igual modo, continua-se com a sementeira dos cereais de outono/inverno, a exemplo da aveia, centeio, cevada e trigo.

- Plantação:

Com a previsão de precipitação para os próximos dias, dever-se-á dar início ou continuar com a plantação de couves, alfaces, nabo, favas, ervilhas, alho, cebola e morangueiro, entre outros, assim como de algumas fruteiras, como seja o caso da cerejeira, pessegueiro, macieira e pereira.

Nos terrenos que não vão ser cultivados para já, é aconselhável manter a vegetação espontânea, caso esta esteja com porte considerável, procedendo ao seu corte e deixando o material em cobertura no solo (“mulching”), de forma a proteger os solos da erosão e aumentar-se o teor de matéria orgânica no mesmo.

- Jardim:

O jardim deve ser mantido limpo, procedendo à apanha da folhagem caída e aproveitando-a, juntamente com outros restos de plantas, ervas e outros detritos, para o fabrico do ‘composto’.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar os seguintes serviços da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural:

- No âmbito da produção convencional (proteção integrada):

Direção de Serviços de Desenvolvimento Rural
Divisão de Apoio ao Agricultor
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 214 310

Direção de Serviços de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Divisão de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

- No âmbito da produção biológica:

Direção de Serviços de Desenvolvimento de Agricultura e Pecuária Biológica
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 744 190

Questões  

# Fernando Pedro Vieira Freitas 01-12-2015 12:53
Em que altura do ano se deve plantar milho?
Responder | Responder com citação | Citar
# DRA 29-01-2016 13:06
Boa tarde.

A plantação do milho é feita entre meados de fevereiro e março, aproximadamente.

Com os melhores cumprimentos,
a Direção Regional de Agricultura.
Responder | Responder com citação | Citar

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar