1 1 1 1 1

A castanha, o fruto do outono

castanha A castanha é o fruto do castanheiro e desenvolve-se dentro dos ouriços.

É utilizada na alimentação desde tempos pré-históricos e, em tempos, representou um dos alimentos base da nossa alimentação, chegando a substituir o pão e as batatas à mesa.

Atualmente, consumimo-la mais frequentemente na forma cozida ou assada. Este fruto é também utilizado como ingrediente em entradas, sopas, pratos, sobremesas, bebidas licorosas e em produtos de pastelaria e de panificação. No âmbito de uma alimentação completa, variada e equilibrada, a castanha pode ser utilizada frequentemente no prato, como substituto das batatas, da massa, do arroz ou do pão à refeição.

A variedade de castanha mais consumida é a comum ou europeia e é nos meses de outono (outubro, novembro e dezembro) que se regista um maior consumo de castanha, associado aos Magustos e ao São Martinho.

Dada a sua importância para a nossa Região, todos os anos no mês de novembro celebra-se a Festa da Castanha na freguesia do Curral das Freiras, concelho de Câmara de Lobos.

 

Do ponto de vista nutricional, destaca-se a quantidade apreciável de hidratos de carbono complexos (amido) e de fibra alimentar, bem como de polifenóis, vitamina C, vitamina B6, ácido fólico, potássio, fósforo e magnésio.

Embora seja um fruto, a sua composição nutricional é mais aproximada à dos cereais do que à dos frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs, etc.). Se compararmos a castanha com os frutos secos, 100 gramas de castanha fornece 1/3 das calorias (200 kcal, aproximadamente) que forneceria 100 gramas de frutos secos (cerca de 600 kcal).

Relativamente ao conteúdo em fibra, o seu teor significativo pode contribuir para ajudar a controlar o apetite, diminuir a absorção de gordura animal e, por conseguinte, diminuir o colesterol.

Por não conter glúten, uma fração proteica presente no trigo, centeio e cevada, a castanha pode ser consumida por pessoas que manifestam esta intolerância alimentar.

Por outro lado, apesar dos seus benefícios nutricionais, é recomendado consumi-la de forma moderada, pois a ingestão excessiva torna-a indigesta.

“Castanhas, castanhas... que boas que são! Eu até as comia no Verão! “

Como escolher, armazenar e conservar a castanha

Prefira as que têm pele lisa e brilhante, sem imperfeições (cortes ou fissuras) e textura firme ao toque.

Armazene em local fresco e seco, sem comprimir ou esmagar.

Se preferir, podem ser conservadas no congelador, sem casca e pele.

 

Miguel Andrade
Nutricionista do Serviço de Saúde da Região autónoma da Madeira, E.P.E.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar