1 1 1 1 1

Aprender a fazer cerveja artesanal

sovina3Julga-se que a descoberta da cerveja se tenha dado pouco tempo depois do surgimento do pão. Os sumérios e outros povos terão percebido que a massa do pão, quando molhada, produzia um processo de fermentação, dela resultando uma espécie de bebida, a qual se poderá designar por "cerveja primitiva".

Normalmente a cerveja era feita por padeiros, devido à natureza das matérias-primas utilizadas: grãos de cereais e leveduras.

Interessante é o facto da produção de cerveja ser uma atividade caseira, a cargo das mulheres, que também teriam a responsabilidade de produzir o pão.

A mais célebre das taberneiras "Siduri" é referida na Epopeia de Gilgamesh, um antigo (século VII a.C.) poema épico da Mesopotâmia, atual Iraque.

Para produzirem cerveja, deixavam a cevada de molho até germinar, moiam grosseiramente e moldavam em bolos, aos quais adicionavam a levedura.

 

sovina2Os bolos, depois de estarem parcialmente assados e desfeitos, eram colocados em jarros com água e deixados a fermentar. Esta cerveja rústica ainda é fabricada no Egito com o nome de Bouza.O lúpulo, assim como outras ervas aromáticas, zimbro, hortelã e losna, podem ser adicionados à cerveja para corrigir as diferenças observadas no sabor.

Em Portugal, existe pouco mais de meia dúzia de produtores de cervejas artesanais com atividade comercial.

São exemplo os três amigos Alberto Abreu, Pedro Sousa e Arménio Martins, os quais, no Porto, produzem uma bebida com estas características, a "Sovina". O seu negócio para além, naturalmente, da venda direta aos bons apreciadores desta bebida, inclui também programas de ensino para a sua produção em ambiente doméstico.

A "Eco Prazeres Agricultura Biológica", em parceria com a "Quinta Pedagógica dos Prazeres", sabendo daquela vertente formativa da "Sovina", tiveram então a iniciativa de promover, na freguesia dos Prazeres, a realização de um Curso de Produção de Cerveja Caseira - 1ª edição, dirigido a todos os "cervejeiros caseiros" madeirenses que queiram aperfeiçoar o seu fabrico mas, especialmente, para aqueles que apreciam cerveja artesanal de qualidade e que ainda não tiveram a oportunidade de aprender a produzi-la.

O objetivo principal deste curso/workshop é divulgar o processo de fabrico de cerveja de alta qualidade, de uma forma simples, rápida, sem grandes custos e acessível a todos. Uma experiência agradável de produção e de degustação!

Ao que soubemos, o Curso teve uma procura inesperada e muito superior à disponibilidade de vagas, estando as inscrições encerradas.

Assim, aproveitamos este espaço para desafiar os organizadores a realizarem, muito proximamente, formações idênticas, esperando nós que, passe a brincadeira, não sejam "Sovinas"...

 

Regina Pereira
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar