1 1 1 1 1

Secretaria Regional de Agricultura e Pescas antecipa soluções para as problemáticas da cultura da cerejeira

cerejeira

Depois de um ano agrícola muito pouco favorável para a cultura da cerejeira, cuja produção registou uma quebra na ordem dos 50%, a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, através da Direção Regional da Agricultura, já prepara o próximo ciclo produtivo, no sentido de minimizar algumas das causas que originaram tais perdas.

Além de uma climatologia adversa, pelo facto das temperaturas então verificadas não terem sido suficientemente baixas no período outono-inverno (é uma planta que necessita de frio para quebra de dormência - mais de 700 horas abaixo dos 7,2 oC, exigência variável com a variedade), o aparecimento de uma nova praga (detetada pela primeira vez na Região em maio de 2015), a Mosca da Asa Manchada ou dos Pequenos Frutos (Drosophila suzukii), muito contribuiu para prejudicar a qualidade da já menor quantidade de fruta que vingou.

 

Se ao nível deste cultivo o clima é incontornável, é registo da Direção Regional de Agricultura que para os agricultores que adotaram as medidas recomendadas para controlo da Mosca da Asa Manchada, em devido tempo divulgadas (sessões de informação, posters e folhetos), os danos verificados foram muito menos expressivos.

Importa assim, atempadamente, sensibilizar os agricultores para as práticas culturais mais adequadas, por forma a minimizarem-se os impactos negativos gerados pela praga suprarreferida, bem como de uma doença que ataca a raiz das cerejeiras, a Armillaria mellea, a qual também vem causando preocupação crescente.

Neste sentido, a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, através da Direção Regional de Agricultura, vai realizar, no próximo dia 5 de agosto (sexta-feira) pelas 19h00, na Quinta Leonor, no Jardim da Serra, uma ação de informação aos produtores de cereja, na qual será dada particular relevo à divulgação de medidas de controlo a adotar na luta contra os seus principais problemas fitossanitários. Abordar-se-ão ainda outros aspetos a ter em atenção na cultura desta fruteira, como sejam a correção do solo, a fertilização, a rega e a poda.

Assim, convidam-se todos os interessados a estarem presentes.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar