1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Grupo de Folclore da Casa do Povo do Porto da Cruz
O "rei pequeno" e o uso do cavalo como meio de transporte
Breves notas sobre António Teixeira, o "Rei Pequeno"

porto da cruz1Sobre António Teixeira de Vasconcelos, comummente conhecido por "Rei Pequeno", refira-se um escrito do genealogista Fernando Menezes de Vaz: "o apelido lhe viera da magnanimidade da sua pessoa, da generosidade com que repartia os seus réditos (...) entre os da sua privança, já pelos indigentes e necessitados do logar." (Menezes e Silva,1998:351).

Na sua época, século XVI, os meios de transporte passavam muito claramente pela utilização de gado muar (a mula) e gado cavalar ou equino (cavalo).

O "Rei Pequeno" não utilizava o cavalo somente para o seu transporte, mas também para assistir à missa. Fazia-o montado no seu cavalo russo, junto da porta da igreja do Faial. Ao toque de levantar a Deus, fazia o cavalo ajoelhar-se para não descer ao nível dos outros assistentes: "Tido grande pelos homens julgava-se tambem grande deante Deus." (Menezes e Silva, 1998:351).

Após a sua morte, foi enterrado em jazigo da capela-mor da igreja do Faial, uma vez que ainda não estava erigida a sua capela no Porto da Cruz.

 

Aquela igreja foi atingida em 1699 por um aluvião que arrastou a sua tumba. Sobre isto, lê-se no Elucidário Madeirense que " (...) como castigo da sua petulancia de ouvir a missa montado, e assim, lá foi o morgado ribeira abaixo, a pé, tantos anos depois de morto, ele que em sua vida sempre andara a cavalo..." (Menezes & Silva,1998:352).

Fica aqui esta breve mas interessante menção a um homem que utilizava o cavalo para seu transporte mas também para a frequência do culto religioso.

São histórias da nossa História!

porto da cruz trab

 

Isabel Gouveia
Presidente da ARCHAIS

 

Referências bibliográficas:
Menezes, C., & Silva, F. (1998). Elucidário Madeirense, volume terceiro, pp.351-352.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar