1 1 1 1 1

Agosto é mês de declaração obrigatória de existências de suínos

declaracao suinos pastoreioA Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV ) relembra que no mês de agosto decorre mais um período obrigatório de Declarações de Existências de Suínos (DES), conforme aviso PCEDA (Plano de Controlo e Erradicação da Doença de Aujeszky) daquela Direção.

A declaração das existências de suínos poderá ser efetuada diretamente pelo produtor na Área Reservada do portal do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), em “O Meu processo” (www.ifap.pt) ou na Direção de Serviços de Alimentação e Veterinária, sita à Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses, n.º 23 – 2.º, Funchal (telefone 291 201790).

 

Para o efeito, deverão ser seguidas as instruções constantes no Portal da DGAV.

Os detentores de suínos são obrigados a proceder à declaração das existências três vezes por ano, em abril, em agosto e em dezembro, informando o número e a categoria de animais que possuem.

Estão dispensados os criadores que possuam até quatro porcos, sendo assim considerada detenção caseira para autoconsumo.

Combate à Doença de Aujeszky

A declaração das existências de suínos é considerada medida sanitária, visando o combate à Doença de Aujeszky, sendo que o seu não cumprimento acarreta penalizações.

O PCEDA – Plano de Controlo e Erradicação da Doença de Aujeszky conta com medidas específicas aplicáveis em explorações onde tenham sido detetados suínos positivos.

Pseudoraiva

A Doença de Aujeszky ou pseudoraiva é causada pelo vírus herpes e afeta sobretudo porcos, o único reservatório conhecido da doença. É uma doença importante em suinicultura e causa graves prejuízos económicos.

Uma vez introduzida num grupo de porcas, o vírus tende a permanecer aí e continua a afetar a capacidade reprodutora.

 

Fonte: Página de internet da “Actual | Agricultura e Mar” consultada a 17/07/2019.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar