1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (2 Votos)

O maneio de suínos

maneio de suinos1
maneio de suinos2

A criação caseira de suínos é um hábito na nossa Região.

Para além da sua qualidade produtiva, ou seja, da sua origem, é fundamental um bom maneio, o que implica uma boa alimentação, uma higiene adequada e cuidados com a sua saúde. Para ter bons porcos é pois importante estar atento aos animais e ao local onde eles são mantidos.

As instalações devem ser amplas e bem ventiladas. As dimensões aconselhadas para 2 porcos de engorda deve ser de 2,5m X 2,5m, perfazendo uma área útil de 6,25 m2. Deverá possuir um pendente de 2% em direção ao bebedouro (tetina de abeberamento automático), junto ao qual deve ser previsto um ponto de escoamento das águas de lavagem.

(Mais informações em: http://www.vetbiblios.pt/ARTIGOS_TECNICOS/Pecuaria/Construcao_de_pocilga.pdf )

1. LIMPEZA DAS INSTALAÇÕES

Com os animais nas instalações:

• Deve realizar-se a recolha dos dejetos (fezes) com uma pá e uma vassoura ou rodo, todos os dias, guardando-os num reservatório (tanque) fechado até ao seu uso na valorização dos terrenos, de acordo com as boas práticas agrícolas;
• Deve manter-se o pavimento seco, juntando à cama aparas ou palha seca;
• Uma vez por semana, deve lavar-se o pavimento e retirar o excesso de água, por exemplo com a ajuda de um rodo.

Depois da saída dos animais das instalações:

• Deve-se verificar e reparar se houver danos nas instalações ou nos equipamentos;
• Quer as instalações quer os equipamentos devem ser muito bem lavados com detergente;
• Em seguida, deve ser aplicado um desinfetante apropriado ou, em falta deste, lixivia;
• Deixar secar tudo muito bem e se for para introduzir novos animais deve fazê-lo pelo menos 2 semanas depois.

2. EQUIPAMENTOS – BEBEDOUROS E COMEDOUROS

• Estes devem ser limpos duas vezes ao dia;
• Devem estar protegidos do sol direto;
• Devem ser lisos e os cantos e ângulos devem ser arredondados.

3. PORCAS GESTANTES (PRENHES)

• A porca gestante deve ser separada dos outros porcos 8 a 15 dias antes do nascimento;
• 3 dias antes do parto, o local onde ela se encontra deve ser lavado e desinfetado, bem como a porca gestante deve ser lavada;
• Nas 24 horas anteriores ao parto não deve ser dado alimento à porca, apenas água;
• A temperatura ambiente na hora do parto deve ser de 32º C.

4. PARTO/NASCIMENTO

• Usar um pano limpo para limpar e secar os leitões;
• Cortar o cordão umbilical com uma tesoura desinfetada, à distância de 5 cm do umbigo do leitão, entre dois nós feitos com um fio limpo e desinfetado, de modo a se evitar a hemorragia;
• Desinfetar o umbigo do leitão com iodo (ex.: Betadine®);
• Colocar os leitões num local aquecido (32ºC), normalmente com a ajuda de um aquecedor elétrico ou lâmpada de infravermelhos;
• Após o nascimento do último leitão deverá orientar os leitões para mamarem.

 
maneio de suinos3

5. MANEIO DOS LEITÕES

• Nos primeiros dois dias de vida, os leitões devem mamar de 2 em 2 horas;
• Deve-se ajudar os leitões a encontrarem o local aquecido para dormirem;
• Deve-se manter a cama dos leitões sempre limpa e fofa;
• Aos 3 dias de vida devem ser cortados os colmilhos (dentes) e administrado um suplemento de ferro injetável, devendo para isso contactar com um médico veterinário.

6. MANEIO ALIMENTAR

Primeiro mês de vida:

• Amamentação materna;
• Oferecer um pouco de ração (referência “800”), várias vezes ao dia, para se irem habituando.

Segundo mês de vida:

• Colocar no comedouro ração (referência “800”), na quantidade correspondente a 4% do peso do animal, até ele atingir 25 kg;
• Desmamar aos 45 dias após o nascimento.

A partir dos 25 kg de peso vivo (porcos para engorda):

• Dar ração (referência “800”) e pouco a pouco mudar para ração (referência “801”);
• Dar a quantidade correspondente a 4% do peso do animal, até ele atingir 60 kg.

A partir dos 60 kg de peso vivo até ao abate (porcos para engorda):

• Colocar no comedouro ração (referência “801”), na quantidade correspondente a 3% do peso do animal.

A partir dos 25 kg até aos 35 kg de peso vivo (porcos para reprodução):

• Dar ração (referência “801”) na quantidade correspondente a 4% do peso do animal, até ele atingir 35 kg.

A partir dos 35 kg até aos 60/70 kg de peso vivo (porcos para reprodução):

• Dar ração (referência “815”), na quantidade correspondente a 3% do peso do animal.

A partir dos 60/70 kg de peso vivo até ao abate (porcos para reprodução):

• Dar ração (referência “816”), na quantidade correspondente a 3% do peso do animal.

Porcas em gestação e aleitamento:

• Dar ração (referência “830”), na quantidade correspondente a 3% do peso do animal.

7 . MANEIO DO ABEBERAMENTO (ÁGUA)

• Dar sempre água potável;
• Deve estar sempre limpa e disponível;
• Deve estar à temperatura ambiente;
• Devem ser usados bebedouros adequados ou, de preferência, pipetas automáticas.


Filipa Raquel Freitas Gomes
Médica Veterinária
RAMA-Rações Para Animais, S.A.


Imagens:
http://fw.atarde.uol.com.br/2014/09/650x375_porcos-porcilga-suinocultura-suinos_1445835.jpg
http://images.engormix.com/P_articles/1261_330.jpg
http://saude.consultaclick.com.br/wp-content/uploads/2013/05/alimentacao_porcos.jpg

Comentar

Código de segurança
Atualizar